TUMORES: PULMÃO X MAMA

A clínica médica veterinária é uma especialidade que atende uma gama enorme de pacientes com as mais variadas doenças. Nestes trinta e seis anos de experiência no atendimento diário de cães, gatos, aves e animais exóticos são incontáveis os casos de tumores nos mais variados órgãos que podem afetar os animais de estimação, não diferente o que ocorre nos seres humanos.

Para cada tipo de órgão afetado há uma característica médica observada para se levar a uma conclusão ou suspeita diagnóstica. Nos casos dos pulmões, a regra que haja um outro órgão afetado com uma neoformação e o pulmão é secundário, ou seja, normalmente se trata de um câncer maligno em outro órgão que enviou células tumorais pela circulação sanguínea até se iniciar nos pulmões, este envio de células para outros órgãos denomina-se de metástase, ou seja, tumor à distância.

Neste sentido, é que há uma relação muito grande de tumores mamários nas cadelas e gatas com tumores em pulmão. A grande maioria de tumores mamários nos animais domésticos tem caráter maligno e com um percentual menor de tumores benignos. Isto que dizer que tumores de mama se não tratadas a tempo, podem transmitir outros tumores em outros órgãos e o mais afetado são os pulmões, portanto, são tumores metastáticos. A sintomatologia clínica é bem visível ao proprietário, como alterações respiratórias, cansaço fácil, tosse improdutiva, relutância em movimentar-se, etc…, entretanto, o diagnóstico médico é feito através de minucioso exame clínico, raio-x torácico e anamnese. Sendo que muitas vezes há relato de um tumor primário em outra localização, principalmente nas fêmeas são tumores em mamas.

O tratamento em casos de tumores é sempre cirúrgico, sendo que é extremamente importante da remoção do foco primário; como nos casos de tumores de mama. Infelizmente, quando se observa uma metástase na maioria dos caos o problema já está em fase terminal. A cirurgia nem sempre significa a cura do animal, podendo ser apenas um paliativo para a sintomatologia. O prognóstico para as metástases pulmonares é grave e somente o profissional é que avaliará qual será a melhor forma de condução do problema.

Desta maneira, é sempre muito importante a remoção cirúrgica de tumores em qualquer localidade do corpo e sempre que possível, bem como se analisar o tipo de célula tumoral envolvida (através de exame histopatológico); a fim de poder iniciar um tratamento anti neoplásico, muito conhecido como quimioterapia, o quanto antes, de forma preventiva, nos casos de tumores malignos.

Sempre que observar qualquer sintoma dos descritos acima ou perceber qualquer alteração no estado geral de seu animal, ou aparecimento de nódulos ou inchaços procure o Médico Veterinário para que o quanto antes seja feito um diagnóstico, para dessa forma poder se dar melhores condições de vida. Com estes cuidados e atenção nossos amiguinhos de companhia tem conseguido aumentar a longevidade e com qualidade de vida.

Magda Izidio de Souza
Médica veterinária
CRMV/SP 2.703

Leave a Reply